Você já ouviu falar de casas com certificação LEED?

Residência sustentável em Sousas
7 de dezembro de 2018
Como a energia solar é vista mundo à fora?
23 de janeiro de 2019

LEED : Liderança em Energia e Design Ambiental
Essa certificação é concedida pelo GBC – GREEN BUILDING COUNCIL.

A certificação fornece as ferramentas, a metodologia e o conhecimento necessário para:
Projetar, construir e operar residências com alto desempenho econômico, social e ambiental.

O objetivo
Garantir que a construção ou reforma tenha o menor impacto ambiental possível, seja durante a construção
como o método de construção a seco ou após sua conclusão por meio de doação de práticas sustentáveis
como a reutilização da água da chuva ou geração de energia limpa que irá gerar economia de recursos naturais.

A Certificação LEED leva em conta alguns parâmetros:

1- Uso racional da água
2- Eficiência energética
3- Redução e reciclagem de materiais e recursos
4- Qualidade os ambientes internos da edificação
5- Espaço sustentável
6- Inovação, tecnologia e atendimento às necessidades locais definida pelos próprios profissionais da
GBD que variam de um empreendimento ao outro.

O empreendimento deverá receber no mínimo 40 pontos para ser apto e receber a certificação LEED.

Quais os benefícios:
ECONÔMICOS
Diminuição dos custos operacionais
Diminuição dos custos regulatórios
Valorização do imóvel para revenda ou arrendamento
Aumento da velocidade de ocupação
Aumento da retenção
Modernização e menor obsolescência da edificação

SOCIAIS
Inclusão social e o aumento do senso de comunidade
Incentivo a fornecedores sem maiores responsabilidades socioambiental
Aumento da satisfação e bem estar dos usuários
Estímulo à políticas públicas de fomento à construção sustentável

AMBIENTAIS
Uso racional e redução da extração dos recursos naturais
Redução do consumo de água e energia
Uso de materiais e tecnologias de baixo impacto ambiental
Implantação consciente e ordenada

A Certificação LEED é o atestado de que a residência não é somente ambientalmente correta, mas também
economicamente eficiente, desde o processo construtivo pela racionalização no uso dos materiais, até a
redução no gasto mensal do consumo de água e energia.